Regional

78 posts

Crime choca população de Jaguaré com morte de ex-secretário de educação Marcos Túlio Paris

A comunidade de Jaguaré amanheceu chocada com a notícia da morte do ex-secretário de educação e filho do ex-prefeito Túlio Paris, Marcos Túlio Paris. De acordo com informações de moradores, a residência de Marcos provavelmente foi invadida por criminosos na noite de ontem. Ele foi encontrado amarrado e morto covardemente com golpes de faca.

O corpo foi encontrado hoje (10) pela manhã, depois de colegas de trabalho da escola onde ele lecionava terem ligado várias vezes. Sem conseguir contato com o professor, que não havia aparecido para trabalhar, os colegas resolveram ir até sua residência.

Depois de chamarem e baterem na porta da casa do professor por várias vezes, resolveram arrombar a porta e se depararam com uma sena de terror. Marcos Túlio Paris, estava amarrado e esfaqueado, já sem vida. A casa estava revirada e os bandidos levaram sua moto,
carro, televisor e outros pertences.

Ninguém sabe dizer por que os assassinos tiraram a vida do professor, pois ele estava amarrado, sem ter como reagir. Amigos e colegas informaram que Marcos Túlio Paris era uma boa pessoa, morava sozinho e não tinha nenhum inimigo. O caso está sendo investigado pela
polícia civil.

Congresso pode derrubar vetos e garantir a renegociação das dívidas dos produtores rurais

O Congresso Nacional vai apreciar nesta terça-feira (03) os vetos do presidente Michel Temer aos dispositivos do Projeto de Lei, convertido na Lei nº 13.606/18, que reduziu em 40% o Funrural e estabeleceu as condições para o “Refis” – chamado de Programa de Regularização Tributária Rural. Coordenador da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), o deputado federal Evair de Melo (PV-ES) destacou que “apesar de comemorarmos a redução na alíquota do Funrural de 2,3% para 1,5%, não é possível admitir os vetos que inviabilizaram a renegociação das dividas dos produtores”.

Evair lembra que “diversos setores foram beneficiados pelo Governo e tem o direito a renegociar suas dividas, mas tratamento dado aos produtores e pequenos e micro empresários é uma vergonha, uma irresponsabilidade técnica e política”. Junto à FPA, o parlamentar capixaba tem trabalhado em busca de apoio dos deputados para a derrubada dos vetos.

Entre os artigos vetados, está o de número 36, incluído por uma emenda apresentada por Evair de Melo. Esse artigo dispunha que as operações de crédito rural de custeio e investimento, contratadas até 31 de dezembro de 2016 nos municípios da área de atuação da SUDENE e do Estado do Espírito Santo, poderiam ser prorrogadas com vencimento entre 2020 e 2030.

Com a derrubada do veto ao artigo 36, passam a ter direito à prorrogação das operações os produtores que comprovarem as perdas em decorrência de fatores climáticos, sendo dispensada essa comprovação no caso de Municípios que tiverem decretado situação de emergência ou de estado de calamidade pública. As operações poderão ser prorrogadas com os encargos financeiros pactuados na operação original. A lei 13.340/2016 já tinha dado autorização similar, mas somente para dívidas contratadas até 2011. Portanto, a proposta apresentada ampliava esse prazo por mais 5 anos.

Ao vetar os artigos da nova lei, o presidente alegou que o dispositivo proposto representaria sobrelevação de custo fiscal imputado ao Tesouro Nacional, sem previsão na Lei Orçamentária, o que iria de encontro ao esforço fiscal empreendido no país. Para Evair, essa decisão ignora o que dispunha o artigo 38 do Projeto de Lei, que determinava ao Poder Executivo estimar o montante da renúncia fiscal e dos custos decorrentes para incluir na Lei Orçamentária Anual.

Comércio começa a se aquecer com capital de giro para o Dia das Mães

O segundo domingo do mês de maio cria expectativas em comerciantes de todo o Estado, que esperam aquecer as vendas. Para se preparar para a data, empreendedores começam a buscar por financiamentos no Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) para capital de giro.

O capital de giro é uma alternativa para que a empresa tenha fôlego e consiga manter os negócios em andamento dentro da normalidade, o que amplia as perspectivas de crescimento futuro. A ideia é que as empresas, sobretudo do comércio, comecem a reforçar os seus estoques.

Com um aumento de 262% em relação a 2016, o Bandes liberou no ano passado um total de R$ 85 milhões para capital de giro.  “Capital de giro é o dinheiro que o empresário deve ter em caixa para aquelas despesas do dia a dia, como manter estoques, financiar clientes, pagar fornecedores, pagar tributos, salários e demais custos e despesas operacionais”, explica o diretor-presidente do Bandes, Aroldo Natal.

Além das linhas para capital de giro, o Bandes também financia a compra de móveis, utensílios, equipamentos, bens de informática, obras civis, gastos de pesquisa, entre outros itens. De acordo com o diretor de Crédito e Fomento do Bandes, Everaldo Colodetti, outra opção são os programas Nossocrédito e Seguir Crescendo, para solicitar até R$ 20 mil e R$ 50 mil, respectivamente, tanto para pessoas físicas quanto jurídicas. “São programas diferenciados pelas taxas de juros que variam de acordo com o valor financiado, para capital de giro ou investimentos”.

Caso esteja interessado, o empreendedor pode fazer uma simulação no site ou no aplicativo para smartphones. Basta responder algumas perguntas para saber que tipo de crédito é o ideal.

O atendimento também pode ser feito presencialmente na sede do banco. Pelo site, você encontra os endereços dos parceiros consultores, em todos os municípios capixabas.

 

Condições Operacionais

Capital de Giro

Crédito de até R$ 500 mil

Carência: até 3 meses

Amortização: até 36 meses

Prazo total: até 36 meses

Investimento Fixo

Crédito de até R$ 500 mil

Carência: até 12 meses

Amortização: até 60 meses

Prazo total: até 60 meses

 

Informações sobre consultores e linhas de financiamento:

Bandes Atende: 0800 283 4202

Av. Princesa Isabel, 54, Centro, Vitória

App disponível para Android e IOS

www.facebook.com/bandesonline

www.bandes.com.br

 

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação Social do Bandes

Leonardo Iannone

Tel.: (27) 3331-4322/ (27) 99910-4444

Bárbara Deps Bonato

Tel.: (27) 3331-4352

[email protected]

Acidente entre ônibus e carreta deixa pelo menos cinco feridos na BR-101

SERRA (ES) – Um acidente envolvendo um ônibus e uma carreta deixou pelo menos cinco pessoas feridas no início da manhã desta quarta-feira (21) na BR-101, em Barro Branco, na Serra.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), por volta das 7h, o ônibus bateu na traseira da carreta. Os veículos seguiam no sentido Vitória e estavam na altura do quilômetro 263 da rodovia, próximo à entrada de Pitanga.

Ainda de acordo com a PRF, as vítimas não se feriram gravemente e estão sendo atendidas por uma equipe da Eco101.

Devido ao acidente, o trânsito foi parcialmente interditado no local. Até as 7h40, apenas uma pista do sentido Vitória estava liberada.

(*Com informações do Tribuna on line)

Empresa investe R$ 226 milhões e abre 1.000 novas vagas de emprego no Estado

VITÓRIA (ES) – A Quality Imóveis, empresa do Grupo Autoglass, anunciou nesta terça-feira (13) um total de R$ 226 milhões de investimentos no Espírito Santo nos próximos dois anos.

O grupo pretende construir duas novas unidades no Estado: um Centro de Distribuição e Logística em Guarapari e um novo Centro de Serviços, Gestão e Tecnologia em Vila Velha.

As obras devem começar em junho deste ano e o início da operação está previsto para maio de 2020. O investimento deve gerar 320 empregos durante a implantação e mais mil novos postos de trabalho na operação. Atualmente, o Grupo Autoglass gera cerca de 1,7 mil empregos no Estado.

O novo centro de distribuição terá 70 mil metros quadrados de área construída. O local poderá agregar novas linhas de produtos, terá uma oficina de manutenção de caminhões, um estoque de peças de reposição, um galpão para arquivo de documentos, um galpão de engenharia, uma empresa metalúrgica e uma empresa satélite de venda de produtos. Já o novo centro de serviços permitirá ampliar o atendimento às seguradoras e posições de televendas, além do aumento da área de tecnologia, com novas contratações.


(*Tribuna on line)

Saúde capixaba receberá mais da metade dos recursos do parlamentar Dr Jorge Silva

BRASÍLIA (DF) – As áreas da saúde, educação, agricultura, esporte, cultura e infraestrutura, foram priorizadas pelo deputado federal Dr. Jorge Silva, na destinação das emendas individuais ao Orçamento Geral da União (OGU) 2018. Dos 78 municípios do estado do Espírito Santo, 40 serão beneficiados com verbas destinadas pelo parlamentar.

Do recurso disponibilizado pelo parlamentar, cerca de 51% foi destinado para à saúde. Sendo um montante de R$ 7.386.135,00, direcionados para o aumento do Piso de Atenção Básica (PAB), compra de ambulâncias e outros investimentos para melhorar a qualidade de atendimento a saúde. A educação capixaba vai receber R$ 2.930,000 milhões. Para as áreas de Esporte, cultura e agricultura foram destinados R$ 2.800,000 mi. Os demais setores serão contemplados com R$ 1.650.000 milhões.

O deputado Dr. Jorge Silva ressalta a importância da designação de emendas orçamentárias para os municípios. “Somos conhecedores das grandes dificuldades que esses municípios enfrentam constantemente, principalmente nesse momento de instabilidade financeira que o Brasil atravessa. Esse recurso será de grande valia para os municípios que serão contemplados. Infelizmente não é suficiente para suprir as necessidades de todos”, declarou.

O parlamentar destacou ainda, que continuará desenvolvendo trabalho com os ministérios, pleiteando recursos extras para todos os municípios do Espírito Santo. “Durante toda a minha trajetória na Câmara dos Deputados, além de legislar, eu sempre trabalhei em busca de recursos para todas as cidades do meu estado, precisamos trabalhar ainda mais, com o intuito de proporcionar melhores condições de vida para os todos os capixaba”, finalizou.

Governo assume compromisso de implantação do novo sistema de captação de água em São Mateus

SÃO MATEUS (ES) – O compromisso para a implantação do novo sistema de captação de água em São Mateus, para garantir que os moradores da cidade recebam água dessalinizada em suas casas – um problema histórico da cidade – foi reafirmado, na manhã desta quinta-feira (08), pelo vice-governador César Colnago e pelo secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Octaciano Neto, em evento realizado na Prefeitura Municipal.

Na oportunidade, o prefeito Daniel Santana assinou o projeto de lei para ser apreciado pela Câmara Municipal que prevê a transferência do serviço de água e esgoto da cidade do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) para a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan).

Colnago e Octaciano destacaram no ato que caso o município decida pela concessão à Cesan, o Governo do Estado executará a implantação do projeto do novo sistema de abastecimento de água de São Mateus entregue ao município em agosto do ano passado e que foi elaborado por meio de parceria entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, a Suzano, Soma Urbanismo, Associação Empresarial de São Mateus (Assenor) e a ONG ES em Ação.

Além do vice-governador, do secretário e do prefeito, participaram da cerimônia o bispo de São Mateus, Dom Paulo, lideranças estaduais, vereadores, e representantes de vários segmentos da cidade.

O vice-governador César Colnago lembrou que o Estado, com as contas em dia, pode fazer investimentos importantes nas cidades. “Nós começamos o governo em uma profunda crise, a receita não crescia. Começamos nossa recuperação na metade do ano passado. Organizamos as contas, seguramos os custos, cortamos o que não era prioridade e agora iremos investir R$ 1 bilhão em todo o Estado e, em sua maioria, com recursos próprios”.

E completou: “Agora, com esse projeto em mãos, Executivo e Legislativo tem que estar juntos nesse momento para que esse investimento de R$ 60 milhões possa trazer para essa cidade, que é um polo no Norte do Estado, e não pode mais sofrer com a questão da agua. O recurso está garantido para a Cesan fazer as intervenções necessárias. O que foi feito até aqui foi paliativo. Agora é a chance de resolvermos essa questão da água de uma vez por todas”.

O secretário de Estado da Agricultura, Octaciano Neto, afirmou que o novo sistema resolve de vez o problema da água salinizada na torneira da população e que a Cesan já havia feito a sinalização para execução do projeto no ano passado. “Em agosto do ano passado doamos o projeto de engenharia do novo sistema de captação ao município. O compromisso do Governo, caso o município decida por conceder à Cesan o serviço, é de executar a implantação. A previsão é de investimento de R$ 60 milhões nos dois próximos anos para isso. Ele coloca fim a um problema histórico na cidade”, destacou Octaciano.

O prefeito Daniel Santana afirmou que essa é a solução para o problema de abastecimento de água na cidade. “A população mais pobre é que mais sofre no período de estiagem, quando a água fica salinizada. E queremos resolver esse problema de vez”.

De acordo com o projeto elaborado pela Ganem Engenharia, o novo ponto de captação será a 15 quilômetros do ponto atual. Além disso, será construído um ressalto hidráulico no fundo do Rio Cricaré de aproximadamente dois metros, para impedir que a água salgada prejudique a água potável.

Um canal de aproximadamente 840 metros vai permitir que a água dessalinizada siga para quatro bombas, que vão levar a água para o atual ponto de distribuição por meio de uma adutora de 15 quilômetros. A adutora seguirá às margens da Rodovia BR-381.

Concurso Banestes 2018: publicado edital para vagas de cargos em Nível Médio e Superior

O banco do estado do Espírito Santo, BANESTES, divulgou, no Diário Oficial do Estado , o edital para o concurso BANESTES 2018. O certame visa preencher vagas para formação de cadastro reserva, os candidatos aprovados serão admitidos conforme as necessidades do banco.

Inscrições

As inscrições para o concurso BANESTES 2018 deverão ser feitas, exclusivamente, no site da banca organizadora, FGV, entre os dias 09 de Março e 05 de Abril. A taxa de inscrição é de R$39,00 para cargos de nível médio e R$43,00, para os de nível superior.

Remuneração

Os vencimentos iniciais divulgados no edital variam entre R$ 2.700,00 e R$ 4.000,00, a depender do cargo exercido.

Cargos

O edital do concurso prevê a contratação de servidores de nível médio e superior, entre os cargos a serem contemplados no documento estão: 

Cargos de nível médio…

Técnico Bancário

Técnico em Segurança do
Trabalho

Cargos de nível superior… 

Analista Econômico Financeiro – Gestão Contábil
Analista Econômico Financeiro – Gestão Financeira

Analista em TI – Desenvolvimento de Sistemas

Analista em Tecnologia da Informação – Suporte e Infraestrutura

Assistente Social

Analista de Comunicação 

Etapas do concurso

O certame será regido por única etapa, sendo esta composta por prova objetiva de múltipla escolha, a prova terá caráter eliminatório e Classificatório

Provas 

As provas do concurso serão aplicadas nas cidades de:  Vitória, Vila Velha, Colatina, Linhares, São Mateus, Cachoeiro de Itapemirim, Venda Nova do Imigrante e Guarapari no dia 06 de Maio entre das 08 às 13h. 

Os candidatos às vagas de nível terão 80 questões na prova objetiva. Já os candidatos aos cargos de nível superior terão 90 questões na prova. Em ambas as avaliações  haverá questões de conhecimentos básicos e específicos e cada questão valerá 01 ponto. 

Conhecimentos Exigidos

Entre as disciplinas cobradas na prova de conhecimentos básicos estão:

Cargos de nível médio…

Língua Portuguesa (20)
Conhecimentos bancários  (10)
 Raciocínio Lógico (20)

Cargos de nível superior… 

 Língua Portuguesa (20)
 Matemática financeira (20)
Conhecimentos bancários(10)
 Raciocínio lógico (10)

CLIQUE AQUI E BAIXE O EDITAL.

Vila Pavão tem mais de R$ 600 mil liberados para microcrédito

Vila Pavão, cidade da região noroeste do Estado, conta com o apoio do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) no crescimento dos seus empreendedores. Só em 2017 foram liberados mais de R$ 600 mil no setor de microcrédito para o município. O valor é o resultado de dois programas: Nossocrédito e Seguir Crescendo.

“Estamos atentos aos anseios dos diversos setores econômicos capixabas. Com esses programas, o empreendedor encontrará uma resposta para cada necessidade”, informa o diretor-presidente, Aroldo Natal Silva Filho.

Nossocrédito

Apoiando principalmente atividades produtivas relacionadas ao comércio, o Nossocrédito permite que pequenos empreendedores, inclusive autônomos e associações, possam melhorar seus negócios com pequenas reformas como pinturas, produção e instalação de letreiros, compra de equipamentos, de ferramentas e de matérias-primas. O Programa também permite o financiamento de capital de giro. 

Fruto de uma parceria entre o Bandes, Banestes, Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), prefeituras e Sebrae-ES, o Nossocrédito vem proporcionando oportunidades de crescimento e dinamizando a economia do município de Vila Pavão. Foram 82 contratos firmados, gerando a liberação de aproximadamente R$ 563 mil só em 2017.

 Seguir Crescendo

 O Programa Seguir Crescendo financia desde a compra de mercadorias e insumos, no caso da modalidade capital de giro, até a compra de equipamento e obras para implantação e ampliação de empreendimentos, quando se trata da modalidade investimento. Com créditos de até R$ 50 mil, o Programa Seguir Crescendo teve em 2017 um total de 1,4 mil contratos, com mais de R$ 23,5 milhões liberados por todo o Estado. Não foi diferente em Vila Pavão, no qual teve pouco mais de R$ 43 mil liberados para o município, com 4 operações.

 “Com os programas, a intenção do banco de desenvolvimento capixaba é garantir a geração de postos de ocupação e renda nos municípios”, diz o diretor de Crédito e Fomento do Bandes, Everaldo Colodetti.

 Como chegar ao crédito do Bandes

 O empreendedor tem uma estrutura acessível à sua disposição. O Bandes tem consultores em todos os municípios do Estado, aptos a elaborar as propostas de financiamento, que conhecem a documentação necessária e as melhores opções de crédito para cada caso. Assim, o interessado não precisa sair do seu município para obter o financiamento do Bandes. Basta ligar para o Bandes Atende, no 0800 283 4202, ou acessar o site e se informar sobre os telefones e os endereços dos consultores mais próximos e agendar uma visita.

 Caso esteja interessado, você pode fazer uma simulação no site ou no aplicativo para smartphones. Basta responder algumas perguntas para saber que tipo de crédito é o ideal. O atendimento também pode ser feito presencialmente na sede do banco. No site bandes.com.br, você encontra os endereços dos parceiros consultores, em todos os municípios capixabas.

 

Tempestade com raios e trovões corta o céu da Grande Vitória

Espírito Santo tem alerta de perigo por causa de chuvas intensas, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). As áreas válidas para o alerta são as regiões Sul, Serrana e Grande Vitória.

Tempestades com muitos raios atingem a Grande Vitória e as regiões Sul e Serrana na noite desta segunda-feira (5). Um alerta de perigo potencial foi emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para 47 municípios do Espírito Santo. A notificação é válida até 9h20 desta terça-feira (6).

Moradores na Grande Vitória registraram raios de vários pontos da região. De acordo com o Núcleo de Monitoramento de Descargas Atmosféricas, foram registrados mais de 180 raios por hora nas últimas horas no Espírito Santo.

De acordo com o Inmet, a previsão é de chuvas entre 20 e 30 mm/h ou até 50 mm/dia, além de ventos intensos (40-60 Km/h).

Raio registrado no bairro Santos Dumont, em Vila Velha (Foto: Marcelo de Nardi Zanetti)
Raio próximo ao Convento da Penha, visto da Praia da Costa, em Vila Velha (Foto: Thamires Martins Angeli)
Raio registrado no Espírito santo na noite de 5 de março (Foto: Gustavo Miranda)
Raio no bairro Residencial Coqueiral, em Vila Velha (Foto: Jacques Ferreira)
Raio registrado em Itaparica, Vila Velha (Foto: Leonardo Bastos)

(*Com informações Jornal A Ilha)