Hospital Roberto Silvares pode ser terceirizado ainda em 2018

VITÓRIA (ES) – A Sesa pretende ampliar a terceirização para hospitais estaduais, incluindo unidades do interior: Dr. Alceu Melgaço Filho, em Barra de São Francisco; Roberto Arnizaut Silvares, em São Mateus e Silvio Avidos, em Colatina

A terceirização dos hospitais estaduais continua dando pano pra manga!

Neste ano, o secretário de Estado da Saúde, o economista Ricardo de Oliveira, resolveu apresentar ao Conselho Estadual de Saúde “O Novo Modelo de Gestão”, como é chamado oficialmente o projeto de entregar as gerências das unidades públicas a empresas privadas.

Esse plano, entretanto, já vem sendo executado desde 2011, sem ter passado pelo controle social do Conselho, quando o Hospital Central de Vitória foi entregue à Associação Congregação de Santa Catarina, primeira Organização Social a atuar no Estado. Até outubro do ano passado, outras três unidades foram terceirizadas, também sem consulta ao órgão: Jones dos Santos Neves (Serra), São Lucas – hoje Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE/Vitória) – e o Hospital Infantil de Vila Velha (Heimaba).

Agora, a Sesa pretende ampliar a terceirização, por atacado, para outros seis hospitais estaduais, incluindo unidades do interior:

Dr. Alceu Melgaço Filho, em Barra de São Francisco;

Roberto Arnizaut Silvares, em São Mateus;

Silvio Avidos, em Colatina;

Antônio Bezerra de Faria, em Vila Velha;

Dório Silva, na Serra; e Infantil de Vitória.

Desta vez, porém, resolveu levar a decisão para o Conselho Estadual de Saúde. Representantes de sindicatos e movimentos sociais denunciam, no entanto, que a Secretaria tem manipulado as reuniões e tentado convencer conselheiros a favor da aprovação do novo pacote de privatizações.


(*Com informações do Site Barra)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *