Diretoria da CESAN se reúne com Prefeito e Vereadores em Nova Venécia

A diretoria da Cesan esteve reunida no dia de ontem com vereadores, prefeito, secretário de obras e diretores da Nortel – empreiteira que está realizando as obras de escavação no centro da cidade. A reunião foi convocada pelo vereador e radialista Dejanir Dias devido aos transtornos causados pela demora na conclusão da obra entre outras reclamações da população e comerciantes de Nova Venécia.

Os vereadores cobraram a intensificação dos trabalhos e uma melhor qualidade na pavimentação após a conclusão dos serviços. Uma das sugestões é que os trabalhos sejam realizados até mesmo durante os finais de semana. Além disso, foi sugerido uma maior aproximação entre Cesan, empreiteira e sociedade para esclarecimento de dúvida e sugestões.

Carlos Martinelli, diretor da Cesan e responsável pelas obras disse que fará o possível para deixar a menor cicatriz nas ruas da cidade. Destacou a coragem do prefeito de encarar o desafio na realização desta obra e admitiu que está devendo uma melhor pavimentação e previsibilidade de conclusão. Entretanto, frisou que não se pode “fazer omelete sem quebrar os ovos” – referindo-se aos transtornos que a obra de esgoto tem causado. “Logo, todo esse transtorno irá passar e os benefícios permanecerão, principalmente com o fim da poluição do Rio Cricaré”.

Martinelli lembrou que Nova Venécia é a cidade do granito e que o solo no centro tem muitas rochas com fissura. “Essas fissuras provocam o rompimento do fio diamantado – usado para cortá-las. Isso acaba atrasando o corte das rochas e consequentemente a agilidade do trabalho”, informou o diretor. A diretoria da Nortel se defendeu dizendo que pegou a continuação do trabalho iniciado por outras empresas e está cumprindo todo o trabalho contratual de sua competência.

O prefeito Lubiana Barrigueira disse que em uma obra como essa deve haver tolerância, mas com limites. O cidadão, segundo o prefeito, não critica a Cesan e nem a empresa que está realizando a obra, mas o prefeito. Ele reconheceu a dificuldade enfrentada na realização da obra, mas disse que pode melhorar. O município não pode ficar corrigindo problemas de compactação, o custo é muito alto. Ainda assim, a prefeitura disponibilizou uma equipe de calceteiro para amenizar alguns problemas.

Por fim, ficou definido o agendamento de uma reunião por mês – inclusive com participação de comerciantes, para apresentação de relatórios com pendências para que todos os problemas sejam discutidos e solucionados. A previsão para a conclusão das obras é de seis meses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *